quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

DEZEMBRO QUENTE EM TEMPERATURA E CHUVOSO EM PRECIPITAÇÃO


CONSULTAR EM BAIXO DE TUDO NO RESUMO CLIMATOLÓGICOResumo Climatólogico dezembro de 2019 

DEZEMBRO QUENTE EM TEMPERATURA E CHUVOSO EM PRECIPITAÇÃO

Resumo Climatológico de dezembro de 20192020-01-08 (IPMA)
O mês de Dezembro de 2019, em Portugal continental, classificou-se como quente em relação à temperatura do ar e chuvoso em relação à precipitação (Figura 1).

O valor médio da temperatura média do ar em Portugal continental, 10.99 °C, foi superior ao valor normal em 1.02 °C (Figura 2), sendo o 3º valor mais alto desde 2000 (mais altos em 2015 e 2000). O valor médio da temperatura máxima do ar foi de 15.22 °C, 1.34 °C superior ao valor normal, sendo o 3º valor mais alto desde 1931 (depois de 2015 e 2016), Figura 3.  O valor médio da temperatura mínima do ar, 6.76 °C, foi superior ao normal em 0.71 °C. Valores de temperatura mínima superiores aos agora registados ocorreram em 20 % dos anos, desde 1931.

O valor médio da quantidade de precipitação em dezembro foi superior ao normal e corresponde a cerca de 127 % do valor normal mensal (Figura 5). De referir que desde 2010, no mês de dezembro, não se verificavam valores acima do normal. No final do mês dezembro verificou-se um aumento dos valores de percentagem de água no solo, em relação ao final de novembro em todo o território, sendo de destacar (Figura 6):
  • Regiões do Norte e Centro com valores iguais à capacidade de campo;
  • Região Sul: aumento significativo da percentagem de água no solo;
  • Alguns locais do Baixo Alentejo e Algarve ainda com valores inferiores a 40%.
De acordo com o índice PDSI, no final dezembro as regiões do Norte e Centro já não estão em situação de seca meteorológica verificando-se até as classes de chuva severa e moderada em grande parte do território a norte do cabo Mondego. Na região Sul verificou-se um desagravamento significativo da situação de seca meteorológica (Figura 7). No Sotavento algarvio persiste ainda a seca severa.

Consulte o Boletim Climatológico na íntegra.


Sem comentários:

Publicar um comentário